Gravidez mês a mês - sexto mês

Gravidez mês a mês - sexto mês

O sexto mês de gravidez compreende a 21ª semana até a 24ª semana de gestação.

A barriga da mamãe já estará maior do que imaginava e poderá a começar a sentir, no fim desse mês, dores relacionadas a esse aumento de peso.

O bebê já está bastante evoluído e poderá nascer prematuro, mas com os cuidados certos, poderá se desenvolver de forma saudável.

DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ


Até o fim do sexto mês, o feto estará do tamanho de uma espiga de milho, com cerca de 30cm no total, do topo da cabeça até o calcanhar e pesando algo em torno de 600g.


 
Nesse mês, o bebê ainda é bem magrinho e pequeno, mas já está com o corpo proporcional bem próximo a de um bebê recém-nascido e já possui pelinhos, para proteger a pele do ambiente úmido em que está.

O bebê nessa fase dorme muito, de 18 a 20 horas por dia e seus pulmões ainda não estão preparados para funcionar perfeitamente fora da barriga da mãe e os olhos já começam a abrir.


 
O feto já reage ao que comemos ou falamos e logo poderá memorizá-los. Converse bastante com seu bebê, para criar laços afetivos ainda na gestação, mas tente não ficar em ambientes muito agitados para não agitar também o seu bebê, pois eles estão muito sensíveis com barulhos. A mamãe pode acariciar a barriga, pois o bebê já poderá sentir e ainda tentará procurar suas mãos.

O sistema nervoso do feto ainda não está completamente formado, por isso fale calma e gentilmente com seu bebê, para que ele fique mais tranqüilo. Converse de uma forma que tranqüilize o bebê, coloque uma música e converse sobre o que sente com ele.


COMO ESTÁ O CORPO DA MAMÃE


A barriga da mamãe já começa a atrapalhar e cansar para andar ou se agachar e pode sentir seu bebê chutando e é assim que elas ficam mais tranquilas, por saberem que estão bem.



 
Pode começar a surgir estrias avermelhadas na barriga, coxa, pernas e bumbum e também dores na coluna e lombar, por conta do peso da barriga. Além das estrias, pode haver muita coceira na barriga e nos seios, causada pelo estiramento da pele e para amenizá-las, passe um creme hidratante próprio para gestante.

EXAMES ESPECÍFICOS


Provavelmente seu médico irá pedir o exame de triagem de diabete gestacional, uma doença que pode prever antecipação do parto.


 

Caso a mamãe possa desenvolver um parto prematuro, será solicitado também um exame de fibronectina fetal, para avaliar o crescimento do bebê prematuro.
Faça acompanhamento pré-natal do início ou fim da gestação, para garantir saúde para você e para o seu bebê, pois seu médico é quem dirá todos os exames e remédios que precisará ou poderá tomar.


CUIDADOS ESPECÍFICOS


Como a barriga da mamãe está crescendo, acaba por comprimir o estômago, o que pode causar refluxo gástrico, a famosa azia, que você conheceu ali no primeiro trimestre da gravidez. Para não piorar essa dor, continue se alimentando de comidas saudáveis, coma de 3 em 3 horas e beba bastante água.

Os olhos da mamãe começarão a ficar mais secos e para amenizar a secura, pingue algumas gotas de colírio para lubrificar para não sentir tanto incômodo. Antes, converse com seu médico para que ele possa receitar o melhor colírio para você.


 

Mantenha seus cuidados com alimentação, não só por conta da azia, mas também por conta de uma diabete gestacional, que é quando a insulina não deixa que seu corpo funcione normalmente e é como se você, mamãe, estivesse alimentando seu filho todos os dias com açúcar, fazendo com que ele engorde mais do que o normal.

Continue tomando os suplementos e vitaminas prescritas pelo seu médico.


DICAS DE ALIMENTAÇÃO


Como você pode ter prisão de ventre e piorar até por conta da ingestão de ferro, tenha uma alimentação balanceada e rica em fibras, como frutas, verduras e alimentos integrais. Ingira bastante água e faça alguma atividade física para favorecer a melhora do intestino. Não tome nenhum laxante sem consentimento do seu médico.

Evite alimentos picantes e gordurosos para evitar a azia, lembre-se de comer devagar e pequenas quantidades e não beber durante as refeições.
 


Muito cuidado com doces para não desenvolver uma diabete gestacional, pois como seu bebê está com um fraco por doces, a ideia é não acostumá-lo muito com esse sabor.

Aproveite bastante sua gravidez, pois o terceiro trimestre será mais incômodo por conta do tamanho da barriga. Converse bastante com seu bebê e peça para que o pai converse também, para que possam participar unidos nesse momento tão bonito!

 

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário

Preencha o campo abaixo com seu e-mail para receber uma nova senha
Enviar
Para alterar seu e-mail, preencha corretamente os campos abaixo e clique em enviar
Enviar
X
Agradecemos a sua compra: